Diane Ichimaru participa do Projeto Biblioteca de Dança no SESC Pompeia

Contações dançantes de histórias realizadas por “artistas-volumes” entre as estantes de livros. Essa é a proposta de “Biblioteca de Dança”, dirigido por Jorge Alencar e Neto Machado, apresentado na Biblioteca do Sesc Pompeia de 24 de março a 1º de abril, sábado e domingo, das 14h às 17h, terça a quinta-feira, das 15h às 18h.

Na instalação coreográfica, os artistas conversam com o público para compartilhar coreografias que marcaram suas vidas. Cada dançarino participante é como um livro vivo que está disponível, em uma biblioteca, por algumas horas, para que o público acesse diferentes  histórias, por quanto tempo deseje, ao redor de uma mesa.

O trabalho estabelece um relação de intimidade e cumplicidade entre artista e público, gerando uma abordagem afetuosa e emotiva com a história da dança e com a história de vida dos espectadores. A cada narrativa contada (e dançada) um espaço de diálogo é aberto entre dançarinos e visitantes da biblioteca, aproximando vida, arte, documento, ficção e emoção.

Participam desta performance os artistas Cláudia Müller, Diane Ichimaru, Félix Pimenta, Jorge Alencar, Natasha Vergílio, Neto Machado e Rosângela Alves.

A “Biblioteca de Dança” foi desenvolvida em três contextos internacionais de residência artística: Akademie Schloss Solitude (Stuttgart – Alemanha), #StationONE – Service for Contemporary Dance (Belgrado – Sérvia) e Graner – Centro de creación del cuerpo y el movimiento (Barcelona -Espanha) com apoio da Funarte – Fundação Nacional das Artes (Brasil). Desde sua estreia em 2017, foi apresentada em: Stuttgart (Alemanha), Barcelona (Espanha), Belgrado (Sérvia), Salvador (Bahia), Campinas (SP), Brasília (DF).

Postagens mais visitadas deste blog

Confraria da Dança Estreia "Fagulhas ao Vento"

Inscrições Prorrogadas até dia 23 de maio para a Oficina/Montagem de Dança |Edição 2021

Oficina/Montagem de Dança Confraria da Dança | Edição 2021