ADVERSO

Solo de Diane Ichimaru

Projeto contemplado pelo Concurso de Apoio a PROJETOS DE NOVAS PRODUCÕES de espetáculoS de Dança NO ESTADO DE SÃO PAULO
Edital ProAC 4 – 2008


PRÊMIO APCA 2009 
Eleito entre os  melhores da Associação Paulisa dos Críticos de Arte em 2009
Categoria DANÇA - CRIADORA/INTÉRPRETE 
DIANE ICHIMARU/CONFRARIA DA DANÇA


SINOPSE
A criação explora os estados de pressão/tensão psicológica e o paralelo com o corpo/movimento em conflito com o espaço restrito. O confronto de músculos e articulações com limites/barreiras espaciais desperta a memória/mundo intrapsíquico.
mais informações sobre ADVERSO
Um grande abismo se abre, povoa e aprisiona o pensamento. Contamina o movimento. Corpo fechado proclama sua atormentada incomunicabilidade e desentendimento do mundo. O tempo áspero marca a pele, adverte o coração. Céu desperto entre nuvens carregadas: gotas suspensas e untuosas sobre a cabeça – sonho esquivo edifica um universo contra a corrente; nublado sentido para a existência humana.
ADVERSO trata do corpo subjetivo embriagado pela insatisfação e desfaçatez; corpo desrotulado, deslocado da mansa massa apática - enreda crítica corporal à mesmice, ao plágio sarcástico; admite sua amargura e instabilidade; constrói uma cilada para si mesmo.

ADVERSO edifica um universo contra a corrente; adverte o coração – por um instante que seja - sobre o sentido da existência humana: desdobramento de ser, suceder, ponderar, construir, sonhar.


Ficha Técnica
Direção, criação e interpretação:
Diane Ichimaru


Trilha Musical - composição, arranjo e execução para piano realizados especialmente para o espetáculo:
Rafael dos Santos


Plano de iluminação, técnica e operação de luz e som:
Marcelo Rodrigues



Texto, criação e confecção de figurino e cenário:
Diane Ichimaru


Registro fotográfico:
FBarella


Coordenação de produção:
Marcelo Rodrigues
 Produção e realização:
Confraria da Dança



Duração: 60 minutos

Postagens mais visitadas deste blog

Confraria da Dança no SESI Piracicaba

Confraria da Dança comemora os 10 anos do espetáculo “Sem Fim” com circulação pelo interior de São Paulo

Estreia em Campinas - Maria Celeste